Pesquisas & Informativos

Como a volatilidade nos preços do petróleo causada pelo coronavírus pode afetar a indústria marítima e a de seguros

 


O novo coronavírus covid-19 já está ameaçando os mercados de petróleo, afetando bastante os níveis de produção industrial da China e, consequentemente, seus requisitos de importação de petróleo.

O medo de menos demanda – da China e, eventualmente, globalmente, à medida que o impacto econômico aumenta – levou o petróleo ao seu preço mais baixo em mais de um ano.

Como resultado, investidores, comerciantes e/ou financiadores que compraram "long" podem repentinamente encontrar seu mercado no contango. Quando a data de entrega chegar, se eles tentarem vender o óleo que compraram, poderão sofrer perdas substanciais.

Ao invés de vendê-lo imediatamente, os comerciantes de petróleo podem (compreensivelmente) optar por mantê-lo e esperar que o preço suba novamente. Mas há problemas com essa abordagem:

Onde o petróleo será estocado neste interim?

Quais os riscos, para estes comerciantes, para seus financistas ou operadores marítimos no longo prazo com a estocagem de petróleo em alto mar?

Não é por acaso que, quando os preços do petróleo são voláteis, os preços do frete marítimo para o transporte de petróleo também costumam seguir (como foi visto nas últimas semanas). Os operadores de navios petroleiros costumam ter dificuldade em obter bons afretamentos para seus navios quando os comerciantes procuram um lugar para manter seu óleo recém-entregue (ou prestes a ser entregue).

Isso geralmente cria um contango marítimo de "casamento de conveniência": comerciantes de petróleo fretam navios petroleiros ociosos para armazenar seu petróleo e os armadores encontram uma maneira barata de empregar seus navios-tanques, simplesmente ancorando os navios e oferecendo os ociosos para uso como unidades flutuantes de armazenamento.

Esses acontecimentos recentes podem ter implicações para o mercado de seguros marítimos, incluindo seguro de carga marítima, seguro de casco marítimo, seguro de responsabilidade civil de comerciantes de petróleo, responsabilidade legal de fretador e cobertura de proteção e indenização.