Pesquisas & Informativos

Covid-19: Repercussões nos seguros de risco de crédito e garantias

 


Ainda que os analistas esperassem que os efeitos econômicos se limitariam ao primeiro trimestre de 2020, a princípio, parece que a covid-19 terá um impacto mais duradouro. No início de março, a Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) advertiu que um surto prolongado e intenso nas regiões Ásia-Pacífico, Europa e América do Norte poderia reduzir o crescimento global em 1,5% em 2020, partindo das previsões anteriores ao surto de 2,9%. Mesmo sem a pandemia, a OCDE revisou as previsões de crescimento global para 2,4% em 2020.

A pandemia de covid-19 e os esforços para conter sua propagação estão interrompendo a atividade econômica. Com fortes implicações para os mercados de crédito comercial, risco político e seguros de garantia, parece que muitas das maiores economias do mundo serão afetadas, o que representa riscos para o comércio global e as operações comerciais.

Esta interrupção na produção poderá gerar menos ganhos de receita, o que corresponde a margens de lucro mais baixas nos setores automotivo, têxtil e químico que, provavelmente, sejam os mais afetados inicialmente. É provável que as companhias aéreas, transportadoras e operadoras de viagens também experimentem desafios do lado demandante, à medida que viagens internacionais e nacionais desaceleram.

Os segurados devem poder apresentar suas reclamações por perdas relacionadas à covid-19 com base em uma apólice de crédito comercial, se não houver violação das cláusulas previamente estipuladas. Como a causa imediata da perda é inadimplência ou não pagamento, a cobertura não considera a causa subjacente da perda, se não for excluída.

Para aqueles com interesses comerciais em locais severamente afetados, há várias recomendações, como as seguintes:

  • Monitore ativamente a situação
  • Adote uma abordagem cuidadosa para exportar para o local e revise os contratos atuais
  • Esteja preparado para as solicitações de informação específica das seguradoras sobre quaisquer fundos pendentes para bens ou serviços vendidos em risco com base nesse local, juntamente com instruções para evitar o envio, se os portos começarem a atingir a capacidade
  • Avalie, antes que uma remessa potencialmente segurável seja feita, se as condições no solo seriam tão impactantes que a perda seja previsível e se está exercendo o devido cuidado e diligência

Seguir esses passos e as ações adequadas de mitigação do risco de continuidade comercial ajudarão sua empresa a ser mais resistente aos efeitos econômicos da covid-19.

Ainda que estejam cobertas por uma apólice de crédito comercial, as doenças transmissíveis, como a covid-19, podem ser difíceis de modelar ou prever. No entanto, para qualquer empresa que vende em conta aberta e/ou possui ativos no exterior, essa cobertura faz parte de uma estratégia de gestão de riscos mais ampla e proativa.

Para mais informações sobre os riscos e como a pandemia pode impactar seus negócios, fale com um representante da Marsh Brasil.